Resumo da Sessão Capilaroscopia Eular 2016 ( Dr Maurizio Cutolo-Itália, Dra. Vanessa Smith-Bélgica e Dr Alberto Sulli-Itália). Dia 6/06/2016. Sessão Clínica de habilidades práticas

Dra. Tatiana Melo Fernandes

Especialista em reumatologia pela SBR

Mestre em Clínica Médica pela UFRJ

Médica responsável pelo Serviço de Capilaroscopia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Médica contratada do Serviço de Reumatologia da UFRJ

Chefe do Servico de Reumatologia do Hospital Naval Marcilio Dias

 

  • Capilaroscopia e um método objetivo que avalia a estrutura microvascular, é examinador dependente e não fornece diagnóstico de doença autoimune sendo um método complementar que busca auxiliar o médico assistente. É uma técnica não invasiva, baixo custo, rápida execução e que permite observação direta dos capilares usando lente de magnificação. Pode ser realizada através de vários equipamentos com sensibilidade e especificidade diferentes, são eles: Oftalmoscópio, Dermatoscópio, USB microscópio, Estereomicroscópio, Videocapilaroscópio.
  • Como diferenciar padrões normais de anormais? Papel no diagnóstico precoce. Normal->densidade capilar em uma área de 1mm2= 9=12 capilares, arquitetura capilar organizada com vasos em formato de grampo aberto dispostos paralelamente e com espaçamento regular entre eles. Análise da fileira distal onde os capilares se encontram perpendiculares à pele. Alterações morfológicas não patológicas podem ser frequentes em indivíduos normais: capilares cruzados, tortuosos e enovelados. Alterações morfológicas patológicas: capilares dilatados (diâmetro do ramo transverso-> 30-50nm), capilares ramificados ( tipo arbusto-> indicam neovascularização), megacapilares, hemorragias patológicas. Indivíduos com doença Raynaud benigna ou fenômeno Raynaud primário vão apresentar Capilaroscopia normal ou com variações discretas e não patológicas.
  • Contagem e graduação dos capilares-> Manual x Semiautomática ( software de computador). Fileira distal dos capilares do leito ungueal dos dedos das mãos numa área de 1 mm2-> devem ser analisados todos os dedos, exceto o polegar, iniciando o exame pela mão não dominante.

SCORE 0= MAIS DE 9 CAPILARES POR 1MM2

SCORE 1= MENOS 33% DE REDUÇÃO DE DENSIDADE ( 6-8 CAPILARES)

SCORE 2= 33-66% REDUÇÃO DE DENSIDADE ( 3-5 CAPILARES)

SCORE 3=MAIS DE 66% REDUÇÃO DE DENSIDADE ( <= 3 CAPILARES)

  • Análise da microcirculação- Capilaroscopia x Laser Doppler Capilaroscopia é principalmente usada para acessar microcirculação in vivo, é usada na prática clínica e em pesquisas. Laser doppler acessa o fluxo sanguíneo microvascular em um único ponto, serve como ferramenta de pesquisa.
  • Quando a Capilaroscopia pode predizer severidade e mau prognóstico. Na presença de redução de densidade capilar, presença de microhemorragias não puntiformes e de aspecto patológico ( em concha-> ruptura capilar), capilares dilatados e megacapilares e desorganização da arquitetura capilar. Deve se associar sempre com a pesquisa de autoimunidade no sangue (FAN e autoanticorpos positivos indicam maior chance desenvolvimento de doença).