Criança eterna lembrança
Que me acompanha na minha eterna andança
Pela vida que avança
Saudades da minha infância

Peão, carniça, pique-bandeira.
Garrafão e carrinho de rolimã na ladeira
Mandraque, pique esconde e álbum de figurinha.
Telefone sem fio, futebol de botão e amarelinha.

Bate-bag, pino bola e queimado.
Carrinho de ferro, passa anel ou bate bafo.
E a salada mista? Muito cuidado
Ficava sempre envergonhado.

Bambolê, pula corda, finca.
Bola de gude e pipa lá em cima.
Castelo de areia, jacaré e prancha de isopor
oba! Pra praia eu vou.

E a brincadeira termina por aqui
E se de algumas coisas esqueci
perdoa-me
Infelizmente eu cresci

Autor desconhecido.

Contribuição: Dr. Luiz Otavio Dias