EULAR AMSTERDAM 2018

            Amsterdam, originariamente AmstelreDamme, significa represa (Dam) sobre o Amstel, o rio que corta a cidade. Fundada em 27 de outubro de 1275, a cidade conta com menos de um milhão de habitantes, mas cerca de 2,4 milhões na região metropolitana. Capital da Holanda, não é, contudo, a sede do governo, que fica em Haia, ou Den Haag. O idioma falado é o holandês, embora a maior parte da população seja fluente em inglês, e uma grande parte seja capaz de entender o alemão falado, não pela dominação alemã durante a segunda guerra, mas pela sua origem, uma língua germânica ocidental, falada por 22 milhões de pessoas, na Holanda, Bélgica, Suriname, Aruba, Curacao e Saint Marteen. Esta belíssima e inspiradora cidade, capital das bicicletas na Europa, sediou o Eular 2018. Foram 14 mil participantes de 120 paises dos diversos continentes.

                Iniciado em 13 de junho de 2018, o congresso veio cheio de novidades. Uma força tarefa ACR/EULAR para revisão dos critérios de Lupus, deixou todos muito esperançosos para uma provável mudança ainda este ano. Outros temas promissores foram o uso de ácido zolendrônico no tratamento da gonartrose inicial, apresentado pelo prof. Graeme Jones, da Australia, e dra Lopez-Olivo apresentou metanálise sobre o risco aumentado de câncer e infecções com o uso de inibidores de JAK. Estes assuntos foram bastante controversos e geram discussões acaloradas.

               E passeando pelos corredores do EULAR, observamos um número crescente de membros da SRRJ, todos encantados com a magnitude do evento e a impecável organização do EULAR. Pretendemos levar as lições aqui aprendidas para o congresso no Rio de Janeiro.

                O Rio espera a todos de braços abertos, em Setembro de 2018!

Autora: Selma Merenlender

Presidente SRRJ 2017/2018