Não perca!

Principais Doenças

Osteoporose

O que é?

Osteoporose é uma doença que pode atingir todos os ossos do corpo, fazendo com que fiquem fracos e com possibilidade de quebrarem com mínimos esforços. O termo “osteoporose” tem origem nas palavras gregas para “ossos porosos”.

Os pacientes com osteoporose têm grandes riscos de terem fraturas adicionais. E é através do tratamento para a osteoporose que existe a possibilidade de reduzir consideravelmente o risco de fraturas no futuro.

As fraturas no quadril podem levar a uma dificuldade na movimentação e um risco aumentado de trombose venosa profunda ou embolia pulmonar. As fraturas das vértebras podem levar à dor crônica severa de origem neurogênica, que pode ser difícil de ser controlada, assim como uma deformidade.

A taxa de mortalidade dos pacientes com fratura de quadril é de aproximadamente 20%. Embora raras, as fraturas múltiplas de vértebras podem levar a uma cifose tão severa (corcunda) que a pressão resultante nos órgãos internos pode incapacitar a pessoa de respirar adequadamente.

Embora os pacientes com osteoporose tenham uma alta taxa de mortalidade devido às complicações da fratura, a maioria dos pacientes morre “com a doença” ao invés de morrer “da doença”.

Quais são os fatores de risco?

Há um conjunto de fatores que influenciam e favorecem o desenvolvimento da Osteoporose.

  1. Menopausa: com a interrupção da menstruação, ocorre diminuição dos níveis de estrógeno 7 (hormônio feminino), que é fundamental para manter a massa óssea;
  2. Envelhecimento: a perda de massa óssea aumenta com a idade;
  3. Hereditariedade: a Osteoporose é mais frequente em pessoas com antecedentes familiares da doença;
  4. Dieta pobre em cálcio: o cálcio é fundamental na formação óssea. Sua obtenção a partir da alimentação é imprescindível para prevenir a Osteoporose;
  5. Excesso de fumo e álcool: tem-se observado maior incidência de Osteoporose entre as pessoas que consomem álcool e fumo em excesso;
  6. Imobilização prolongada: o exercício físico constitui um importante estímulo para a formação e o fortalecimento dos ossos. Grandes períodos de imobilização e a falta de exercícios podem levar à Osteoporose;
  7. Medicamentos: alguns medicamentos, como os corticoides, em tratamentos de longa duração, favorecem a redução da massa.

Qual a forma de prevenção?

A prevenção da osteoporose inclui uma dieta adequada durante a infância e o ato de evitar os medicamentos que causam a condição. Em pessoas com a doença, a prevenção de fraturas ósseas inclui uma dieta adequada, exercício físico e a prevenção de eventuais quedas. Algumas alterações do estilo de vida podem ser benéficas, tais como deixar de fumar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

A osteoporose torna-se mais comum à medida que a idade avança. O risco da doença é maior entre brancos e asiáticos. Nos brancos, a doença afeta cerca de 15% das pessoas entre 50 e 60 anos e 70% das pessoas com mais de 80 anos. Além disso, é mais comum em mulheres do que em homens.

Já nos países desenvolvidos, dependendo do método de diagnóstico, a doença afeta entre 2 e 8% dos homens e 9 e 38% das mulheres. A prevalência da doença nos países em vias de desenvolvimento não é clara. Em 2010, cerca de 22 milhões de mulheres e 5,5 milhões de homens na União Europeia tinham osteoporose.